1º Seminário Regional de Integração dos participantes da Formação Continuada em Ecocidadania integra sonhos e projetos coletivos em prol da saúde do Ecossistema Babitonga

18-May-2017

 

Cerca de 50 ecocidadãos participantes da Formação Continuada em Ecocidadania (FCE), ação da Agenda Integrada de Ecocidadania (AIE), facilitada pelo Projeto Babitonga Ativa (Univille) participaram do 1º Seminário Regional de Integração da FCE, realizado em 10 de dezembro de 2016 na Pousada Monte Crista (http://www.montecrista.org/), em Garuva. O seminário integrou e consolidou o processo de ensino e aprendizagem em ecocidadania, e ainda proporcionou o intercâmbio de saberes e os planos de ação coletiva construídos pelos ecocidadãos das seis turmas da FCE dos  seis municípios de entorno do Ecossistema Babitonga. O Seminário é uma estratégia didática do módulo IV da Estrutura Curricular da FCE.

 

Para o Projeto Babitonga Ativa, o encontro contribuiu para o processo de construção participativa de ativação da ecocidadania no território e celebrou a caminhada percorrida ao longo do processo de ensino e aprendizagem da FCE. O seminário contou com a participação de representantes das seis turmas da FCE, facilitadores das atividades, parceiros e equipe do Projeto Babitonga Ativa.

 

Cada uma das seis turmas de Araquari, Balneário Barra do Sul, Garuva, Itapoá, Joinville e São Francisco do Sul apresentou seus Planos de Ação Coletiva, representados pelas Mandalas dos Sonhos e Projetos de Trabalho. O primeiro reúne, por meio da criatividade e da construção lúdica de uma mandala, os sonhos e expectativas de cada grupo. O segundo, de forma mais objetiva e descritiva, também apresenta os objetivos coletivos por meio de um esboço inicial de um projeto técnico formal.

 

1/28

 

Dentre as dinâmicas, foi solicitado aos participantes que se apresentassem compartilhando uma palavra chave que representasse o processo de ensino e aprendizagem construído durante a FCE, tendo sido mais citadas as palavras “renovação”, “transformação”, “oportunidade”, “saúde”, “aprendizagem” e “empatia”.

 

Além de promover a integração entre os ecocidadãos, a apresentação das Mandalas dos Sonhos e dos Projetos de Trabalhos das seis turmas da FCE, o seminário proporcionou uma roda de diálogo sobre o processo de ensino e aprendizagem construído, dinâmicas de integração, exposição da linha do tempo dos trabalhos construídos, almoço e jantar coletivos. A roda de diálogo foi um importante momento e espaço onde os presentes puderam debater sobre assuntos diversos, como a continuidade do processo de ensino e aprendizagem da FCE e da AIE, informes sobre eventos e ações socioambientais, relatos, esclarecimentos de dúvidas e encaminhamentos diversos.

 

 

1/18

​A turma do município de Araquari deu início às apresentações das Mandalas dos Sonhos e Projetos de Trabalho com uma apresentação emocionante. 

Em seguida, os integrantes da turma de Joinville apresentaram de maneira vibrante as construções.  

 

 

Os integrantes da turma de São Francisco do Sul apresentaram de maneira alegre e contagiante.

 

 

 

Após a apresentação da turma de São Francisco, foi servido o almoço, composto por alimentos orgânicos e saudáveis, cultivados nas hortas da Ecovila da Pousada Monte Crista, sem produtos de origem animal ou industrial. Todos os participantes demonstraram satisfação com a refeição e com o espaço do restaurante, que oferecia biblioteca, loja de artesanatos e um ambiente ao ar livre, tudo muito acolhedor.

 

As apresentações dos planos de ação foram retomados com a turma de Itapoá. Os ecocidadãos, com muita alegria e envolvimento, apresentaram, ainda, uma canção de autoria do ecocidadão Edner Oliveira com tema “Viva a Babitonga...BabitongaViva....Viva a Babitonga...Babitonga Ativa”.

Em seguida os ecocidadãos da turma de Garuva se apresentaram com uma grande participação, envolvimento e organização. Eles utilizaram um pano azul em todo o chão representando a Baía Babitonga, além de alguns banners com o projeto de trabalho e outras construções realizadas ao longo da formação. Também apresentaram a música “Chuva de sementes” composta na oficina de arte-educação e musicalização com o arranjo de Márcio Novaes.

 

Encerrando as apresentações a turma de Balneário Barra do Sul apresentou sua mandala e sonho coletivo emocionando a todos.

 

 

Conheça no quadro o plano de ação coletiva de cada turma:

 

 

 

Para as coordenadoras da FCE, Mirella Cursino e Maiti Fontana, o 1º Seminário de Integração consolidou o processo de ensino e aprendizagem construído ao longo da FCE junto aos ecocidadãos e parceiros por meio de um significativo intercâmbio de conhecimentos sobre a ativação da ecocidadania nas comunidades escolares. As apresentações dos planos de ação coletiva, por meio das mandalas dos sonhos e projetos de trabalho, permitiram um olhar holístico sobre a proposta de integração dos municípios em prol da saúde do Ecossistema Babitonga.


Os “seminários” se apresentam como significativas estratégias didáticas que possibilitam a integração, compartilhamento, envolvimento e união entre os participantes em todos os âmbitos, formal e não-formal. Sugere-se que essa estratégia didática se multiplique em prol da integração de mais ecocidadãos e comunidade escolar, assim promovendo novas interações e sensibilização socioambiental no entorno do Ecossistema Babitonga.

Please reload

Posts Em Destaque

"Operação Uçá", a 2ª ação integrada de fiscalização na Baía Babitonga

July 20, 2019

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo