Grupo Pró-Babitonga estabelece câmara técnica para tratar sobre o Canal do Linguado

O professor da Univille Claudio Tureck foi aclamado como coordenador da Câmara Técnica (CT) Canal do Linguado do Grupo Pró-Babitonga (GPB). A escolha ocorreu no início desta semana pelos integrantes da câmara. A professora da Udesc Joinville Adelaide Bogo foi escolhida como relatora. Tureck conhece em profundidade todo o processo histórico de fechamento e as lutas recentes pela reabertura do Canal do Linguado. É graduado em Ciências Biológicas pela UFPR (Universidade Federal do Paraná), mestre em Saúde e Meio Ambiente, pela Universidade da Região de Joinville (Univille); e doutor em Aqüícultura, pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). - Estou envolvido há três décadas com a histó

Grupo Pró-Babitonga dá a largada ao processo eleitoral de novos integrantes. Entidades socioambient

Os integrantes do Grupo Pró-Babitonga, fórum formado por 24 entidades e instituições que representam os segmentos público, socioeconômico e socioambiental dos seis municípios do entorno da baía da Babitonga (Joinville, Itapoá, Garuva, Balneário Barra do Sul, Araquari e São Francisco do Sul), deram a largada na terça-feira (20/02) à discussão do processo eleitoral para a escolha dos novos integrantes do colegiado. O calendário completo que prevê uma série de atos, incluindo a divulgação do edital, o período para cadastramento dos interessados e a própria eleição, deve ser apresentado na próxima reunião plenária do GPB, dia 13 de março. A eleição está prevista para maio. 👉 Se você atua em alg

Você sabia que há quase 30 comunidades de pescadores na região do Ecossistema Babitonga?

Embora a identificação clara da figura do pescador nas comunidades do entorno da baía não seja uma tarefa fácil, principalmente por causa da diversificação e da inserção de outras atividades nas comunidades, é possível listar quase 30 grupos com tradição familiar voltada para a pesca atuandono entorno da Babitonga. São mais de 3.000 pescadores filiados às seis colônias de pescadores dos municípios do entorno da Babitonga. Segundo o Diagnóstico Socioambiental do Ecossistema Babitonga, documento lançado no fim do ano passado e que faz parte do material que é a base técnica para a atuação do Grupo Pró-Babitonga, há 27 comunidades de pescadores artesanais na Baía Babitonga: 15 em São Francisc

Arquivo de notícias
Categorias de notícias
Siga
  • Facebook Basic Square