Agenda Integrada de Ecocidadania envolve parcerias e grupos culturais locais na construção do Ciclo



A produção do Ciclo de Saraus Culturais Memórias da Babitonga (https://goo.gl/NdEdCZ) envolve uma série de reuniões de articulação e planejamento junto a diversos parceiros locais, incluindo instituições do poder público, empresas privadas e representantes da sociedade civil. Essas reuniões têm o objetivo de organizar e construir, de maneira participativa, o ciclo de saraus junto aos diversos setores culturais de cada município do entorno do Ecossistema Babitonga. A participação, envolvimento e receptividade dos parceiros institucionais e grupos culturais locais está sendo fundamental para a construção desse processo de ensino e aprendizagem e também possibilitando a divulgação para a realização dos saraus.



Em São Francisco do Sul, as reuniões estão sendo realizadas junto à Fundação Cultural Ilha de São Francisco do Sul, Museu Nacional do Mar, Associação de Artesãos de São Francisco do Sul, Associação Amigos do Museu Nacional do Mar e Café do Museu Nacional do Mar. Também estão envolvidos o Coral Infanto-Juvenil “Kuaray Wera”, da Aldeia Morro Alto, e o Grupo Folclórico Dança do Vilão para o cortejo de abertura do evento.


Em Araquari, as reuniões realizadas junto à Fundação Municipal de Cultura e Esporte possibilitaram uma primeira interação. Também foram realizadas visitas ao Espaço de Memória de Araquari, ao Museu da Imagem e ao Engenho Carvalho com a intenção de envolvê-los nessa construção. Também está sendo articulado com o Grupo Catumbi de Itapocú na intenção de que façam o cortejo de abertura do sarau.


Em Balneário Barra do Sul, reuniões junto à Casa de Cultura Dona Boneca e o Espaço Tauê (Hotel Bandeirantes) vêm contribuindo para o planejamento do evento. O Coral Municipal Cante e Encante e o Boi de Mamão da Casa de cultura foram convidados para fazer o cortejo de Abertura do Sarau.


Em Joinville, os encaminhamentos das reuniões com a Fundação Cultural e a Casa 97 colaboram com a organização do sarau. O cortejo de abertura do sarau está prevendo a apresentação do Grupo Afoxé Omilodê da Casa da Vó Joaquina.


Em Itapoá, as reuniões junto à Secretaria de Turismo, Meio Ambiente e Cultura, Rancho do Raul e Associação de Defesa e Educação Ambiental (ADEA) indicam caminhos para a realização do sarau. O grupo Fandango Chimarrita do Pontal também recebeu convite para fazer o cortejo de abertura do sarau.


Em Garuva, a Secretaria de Esporte, Cultura e Turismo e a Casa de Cultura estão em diálogo e o grupo Terno de Reis poderá ser a atração do cortejo de abertura do sarau.


As reuniões de planejamento vem acontecendo junto a esses parceiros desde o segundo semestre de 2016. Atualmente estão sendo realizadas novas reuniões de alinhamento e definição de encaminhamentos como, local das apresentações artísticas e das oficinas culturais, programação, exposições, grupos culturais locais, entre outras questões que estão sendo dialogadas participativamente com os parceiros locais de cada município.


Toda comunidade está convidada a participar dos saraus. Venha celebrar!


Mais informações:

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square