Autorizado repasse de multa ambiental para construção de centro de referência em florestas na região


A Justiça autorizou o Ministério Público Federal (MPF) a transferir recursos de multa ambiental à Associação de Defesa e Educação Ambiental (ADEA) para execução do projeto de implantação do Plano de Manejo da Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Volta Velha, sediada em Itapoá. Além do Plano de Manejo, a ADEA também vai estruturar a reserva, que, entre outras ações, presta apoio a pesquisadores, projetos de conservação, educação ambiental e atividades voltadas ao ecoturismo.


A associação foi selecionada pelo MPF para aplicar os recursos de multa estipulada pela Justiça para a empresa de navegação Norsul. Em 2008, um rebocador e uma barcaça da companhia emborcaram, causando o derramamento de 116 mil litros de óleo na entrada da Baía Babitonga. Segundo o primeiro-secretário da ADEA, Werney Serafini, as obras deverão começar com a readequação da pista de acesso à reserva. O objetivo é construir um Centro de Referência em Florestas Costeiras para servir de base a pesquisadores, estudantes e iniciativas dirigidas à produção de conhecimento sobre o bioma, fauna e flora locais.



“As estruturas de alvenaria e as bases de sustentação da obra deverão ser concluídas até o fim do ano. A limpeza da estrada está concluída e devemos nos concentrar na construção das estruturas do centro de referência para inaugurarmos a obra até maio de 2016”, afirma. No total, o MPF reservou R$ 570 mil ao custeio do projeto da entidade.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square