Ecossistema Babitonga é delimitado em sete Unidades de Planejamento

22-May-2020

Divisão foi resultado de amplo debate e envolvimento comunitário com o projeto Babitonga Ativa da Univille e consolidado com o Grupo Pró-Babitonga (GPB)

 

O ecossistema da Babitonga é compartilhado por seis municípios da região nordeste de Santa Catarina (Araquari, Balneário Barra do Sul, Garuva, Itapoá, Joinville e São Francisco do Sul).

Considerado um dos mais importantes estuários de região sul, a Baía Babitonga é palco de muitos conflitos. É neste cenário que se insere o Grupo Pró-Babitonga (GPB), um colegiado que reúne voluntários dos segmentos socioambiental, público e socioeconômico num amplo processo de gestão ambiental participativa.

A fragilidade ambiental do ecossistema é um dos fatores determinantes para o movimento do GPB (www.grupoprobabitonga.com). Com o objetivo de afinar a compatibilização de usos e atividades visando a melhoria da qualidade ambiental, a manutenção dos serviços ecossistêmicos e a valorização do patrimônio cultural e natural, fez-se a divisão do ecossistema em sete Unidades de Planejamento (UP), como se pode conferir no mapa.

A região é rodeada por importantes remanescentes de Mata Atlântica e abriga cerca de 80% dos manguezais catarinenses. A baía é habitat para uma rica biodiversidade, com espécies importantes para atividade pesqueira e ameaçadas de extinção, como o boto-cinza (Sotalia guianensis), a toninha (Pontoporia blainvillei), os peixes mero (Epinephelus itajara) e garoupa (Epinephelus marginatus) e a ave guará (Eudocimus ruber). Além disso, a baía concentra dois grandes terminais portuários com relevante importância socioeconômica para a região e outros terminais estão licenciados ou em licenciamento.

As Unidades de Planejamento são: Marinha, Entrada da Baía, Ilhas Centrais, Linguado Araquari, Linguado Barra do Sul, Costeira Joinville e Canal do Palmital.

 

Ecossistema Babitonga – Localizado no litoral norte de Santa Catarina, delimita-se pela lâmina d’água da Baía Babitonga, incluindo seus bosques de manguezal e marisma, além do litoral adjacente a baía, entre a foz dos rios Saí-Guaçú (ao norte) e Itapocu (ao sul), até a profundidade de vinte metros.

Babitonga Ativa - Projeto executado pela Universidade da Região de Joinville (Univille), por meio da Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários, com recursos garantidos pela 6ª Vara Federal em termo de ajustamento de conduta originado de multa ambiental. Saiba mais: www.babitongaativa.com

 

Assessoria de Comunicação do GPB - DRT 003371 JPSC - comunicacaoprobabitonga@gmail.com

Please reload

Posts Em Destaque

"Operação Uçá", a 2ª ação integrada de fiscalização na Baía Babitonga

July 20, 2019

1/10
Please reload

Posts Recentes

February 28, 2020

February 21, 2020

Please reload

Arquivo