Grupo Pró Babitonga discute empreendimentos na baía

31-Jan-2020

A primeira reunião do ano do Grupo Pró-Babitonga (GPB) tem apresentações lideradas pelo Grupo de Trabalho Licenciamento Ambiental (GTLA) e Câmara Técnica Investimento e Sustentabilidade (CTIS). Dois temas dos mais relevantes no histórico do GPB.

A primeira deve mostrar os empreendimentos que existem no interior da Baía Babitonga, outros que já têm licenciamento aprovado e alguns em fase de estudo de licenciamento, o que totalizam mais de dez, principalmente portuários.

A segunda apresentação está focada no mecanismo para a sustentação financeira do GPB e criação de uma associação gestora de fundo patrimonial de acordo com a Lei Federal 13.800 de 04 de janeiro de 2019.

O evento é aberto ao público e acontece dia 11 de fevereiro, a partir das 9h30, no auditório do Ministério Público Federal (MPF) de Joinville, SC, à rua Orestes Guimarães, 876, bairro América.

O elevado interesse de empreendimentos no Ecossistema da Babitonga preocupa não só ambientalistas, mas também investidores. Análises realizadas por pesquisadores demonstram ser excessivo o número de empreendimentos portuários focados nesse ambiente. Além dos conflitos e prejuízos ambientais ao estuário, órgãos oficiais apontam que não há demanda nem para os próximos 30 anos que viabilize economicamente tantos negócios.
Temas sensíveis à toda a sociedade, como esse, pautam as reuniões do GPB que acontecem sempre às segundas terças-feiras de cada mês com o calendário de 2020 assim definido: 11/02, 10/03, 14/04, 12/05, 09/06, 14/07, 11/08, 08/09, 13/10, 10/11 e 15/12; sempre no auditório do MPF Joinville.

 

Grupo Pró Babitonga (GPB) – Colegiado que reúne voluntários dos segmentos socioambiental, público e socioeconômico num amplo processo de gestão ambiental participativa do Ecossistema Babitonga.

Câmaras Técnicas (CT) - Grupos de voluntários focados em discussões técnicas específicas para estabelecer ações que permitam ao GPB atingir seus objetivos.

Grupos de Trabalho (GT) – Grupos de voluntários focados em discussões específicas com o principal propósito de organizar atividades de interesses comuns, mas que também contribuam com o atingimento dos objetivos do GPB.

Ecossistema Babitonga – Localizado no litoral norte de Santa Catarina, delimita-se pela lâmina d’água da Baía Babitonga, incluindo seus bosques de manguezal e marisma, além do litoral adjacente a baía, entre a foz dos rios Saí-Guaçú (ao norte) e Itapocu (ao sul), até a profundidade de vinte metros.

Estuário - Configura-se como um ambiente de transição entre as águas doces dos rios e a água salgada do mar. A fauna e a flora estão adaptadas a estas condições, sendo que, neste ambiente, a maioria das espécies é marinha; algumas são de água doce (nas áreas mais próximas dos rios) e algumas são tipicamente estuarinas. Os estuários possuem o título de “berçários da vida marinha”, pois abrigam várias espécies em diferentes etapas de seus ciclos de desenvolvimento, pois oferecem proteção e abundância de alimento.

 

Assessoria de Comunicação do GPB - DRT 003371 JPSC - comunicacaoprobabitonga@gmail.com

 

Please reload

Posts Em Destaque

"Operação Uçá", a 2ª ação integrada de fiscalização na Baía Babitonga

July 20, 2019

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo