Pescadores de Garuva se mobilizam para o planejamento espacial da região do Rio Palmital

Pescadores e pescadoras vinculados à Colônia de Pescadores Z-30 de Garuva participaram, no último sábado, de oficina de planejamento espacial marinho promovida pelo Projeto Babitonga Ativa. O objetivo do encontro foi mapear os usos e sistematizar informações sobre os benefícios oferecidos pelo ecossistema Babitonga. Também fizeram parte do levantamento a indicação de recursos utilizados pela pesca artesanal na região bem como as áreas utilizadas para a pesca na baía. Também foram diagnosticados alguns conflitos, dentre os quais o mais relevante é a perda do espaço de pesca para pescadores recreativos. Segundo o presidente da Colônia, Semindo Hirt, os pescadores ocasionais, de modo geral, não

Projeto Babitonga Ativa colabora com Museu Nacional do Mar no fortalecimento da cultura indígena

Com a temática da valorização e fortalecimento da memória indígena nacional, o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) promove, até domingo (27), a 9ª Primavera dos Museus em todo o país. Em São Francisco do Sul, o Museu Nacional do Mar abriu a programação na terça-feira (22) com a colaboração do Projeto Babitonga Ativa, da Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Volta Velha, da aldeia guarani Morro Alto, do Coletivo Memórias do Mar, da Fundação Cultural de São Francisco do Sul e do Museu Histórico Prefeito José Schimidt. Entre as atividades estão rodas de conversa, apresentações artísticas e palestras sobre a atual situação social indígena. Nesta quinta-feira (24), às 9h30, a equipe

Setor de transporte aquaviário indica usos do Ecossistema Babitonga em oficina de planejamento espac

O Projeto Babitonga Ativa deu continuidade à série de oficinas de planejamento espacial marinho, hoje (23/09), às 14h, no Museu Nacional do Mar, com representantes do setor de transporte aquaviário. Neste grupo estão incluídos empresas de transporte coletivo aquaviário, complexos portuários operantes e em fase de licenciamento, estaleiros em fase de licenciamento e o ferry boat em operação. O objetivo é mapear e sistematizar, junto aos usuários diretos da baía, as informações sobre os benefícios oferecidos pelo ecossistema Babitonga e suas áreas utilizadas. Na oficina de hoje, compareceram representantes do Terminal Graneleiro Santa Catarina (TGSC), Terminal Portuário Santa Catarina (TESC),

Planejando o espaço marinho da Babitonga: pescadores e maricultores indicam usos da baía

A equipe do Projeto Babitonga Ativa promoveu, entre quarta e quinta-feira (16 e 17), duas oficinas de identificação, mapeamento e valoração de serviços ecossistêmicos com maricultores e pescadores da Baía Babitonga. O objetivo é mapear e sistematizar, junto aos usuários diretos da baía, as informações sobre os benefícios oferecidos pelo ecossitema Babitonga. Com as informações de usos a partir da pesca e da maricultura, além das atividades de transporte aquaviário, turismo e mineração, será possível estabelecer um mapa de usos para auxiliar na construção do Plano Adaptativo e Colaborativo para a Governabilidade do Ecossistema Babitonga (PGE). Estas oficinas estão sendo conduzidas em todos os

Projeto Babitonga Ativa planeja ações junto ao Museu Nacional do Mar para fortalecimento da cultura

O Projeto Babitonga Ativa, o Coletivo Memórias do Mar, a Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Volta Velha e a Aldeia Guarani Morro Alto, de São Francisco do Sul, irão colaborar com o Museu Nacional do Mar nas atividades da 9ª Primavera dos Museus, que ocorre entre 21 e 27 de setembro em todo país. Para contribuir com a defesa dos direitos indígenas, o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) selecionou o tema Museus e memórias indígenas para as comemorações deste ano. A Primavera dos Museus ocorre anualmente em todos os museus vinculados ao Ibram. Neste ano, o Projeto Babitonga Ativa, a RPPN Volta Velha e a Aldeia Guarani Morro Alto irão apoiar no desenvolvimento de palestras, ofici

Autorizado repasse de multa ambiental para construção de centro de referência em florestas na região

A Justiça autorizou o Ministério Público Federal (MPF) a transferir recursos de multa ambiental à Associação de Defesa e Educação Ambiental (ADEA) para execução do projeto de implantação do Plano de Manejo da Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Volta Velha, sediada em Itapoá. Além do Plano de Manejo, a ADEA também vai estruturar a reserva, que, entre outras ações, presta apoio a pesquisadores, projetos de conservação, educação ambiental e atividades voltadas ao ecoturismo. A associação foi selecionada pelo MPF para aplicar os recursos de multa estipulada pela Justiça para a empresa de navegação Norsul. Em 2008, um rebocador e uma barcaça da companhia emborcaram, causando o derram

Projeto Babitonga Ativa busca agenda de aprendizado com experiências de gestão territorial em Santa

A equipe do Projeto Babitonga Ativa se reuniu com o analista ambiental Simão Marrul Filho, do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) na Área de Preservação Ambiental (APA) da Baleia Franca, para iniciar uma troca de experiências na área de governança territorial. O objetivo é buscar intregração com as metodologias adotadas pela APA para a elaboração do seu Plano de Manejo. A APA da Baleia Franca contribui com a proteção e desenvolvimento de recursos naturais em 156 mil hectares de nove municípios no litoral sul de Santa Catarina. São 130 km de linha costeira, desde o sul da ilha de Santa Catarina, na região de Florianópolis, até o Balneário Rincão, distante 30 km de

Grupo Estratégico de Mobilização discute Plano de Ação Coletiva para a saúde da Baía Babitonga

O Grupo Estratégico de Mobilização (GEM) se reuniu na última quinta-feira (3), na sede do Ministério Público Federal (MPF) em Joinville, para discutir o Plano de Ação Coletiva (PAC). O plano, que reúne iniciativas e propostas de melhoria na gestão do ecossistema Babitonga, é organizado pelo Projeto Babitonga Ativa em conjunto com alguns dos projetos selecionados pelo Ministério Público Federal (MPF) para aplicar recursos de multa ambiental definida pela Justiça em 2008. O objetivo do GEM é dar continuidade no diálogo entre os projetos, ampliando gradativamente o conjunto de atores envolvidos na formação do GPB. Assim, o GEM busca um espaço legítimo e transparente para a condução de novos pac

Projeto Babitonga Ativa se reúne com representantes do Terminal de Granéis de Santa Catarina (TGSC),

A equipe do Projeto Babitonga Ativa deu continuidade, na semana passada, a uma série de reuniões com empresas do setor de transporte aquaviário da Baía Babitonga para apresentar a proposta de construção do Grupo Pró-Babitonga (GPB) e do Plano Adaptativo e Colaborativo para a Governabilidade Ecossistêmica (PGE) da região. Representantes do Terminal de Granéis de Santa Catarina (TGSC), do Porto de Itapoá e do Terminal Portuário de Santa Catarina (TESC) ressaltaram a importância do debate sobre o planejamento e gestão da baía, bem como se dispuseram a participar das oficinas de mapeamento e identificação dos benefícios ecossistêmicos da região. A formação do GPB e a construção do PGE visam gara

Projeto Babitonga Ativa busca parceria com Secretaria de Educação e Cultura de São Francisco do Sul

Com o intuito de facilitar uma formação continuada em ecocidadania a professores e educadores formais e informais dos municípios do entorno da Baía Babitonga, a equipe do Projeto Babitonga Ativa se reuniu, na quarta-feira (2), com a secretária de Educação e Cultura de São Francisco do Sul, Mara Lúcia Moreira Jasper, e com a coordenadora de ensino, Marilza de Braga Costa. O objetivo é promover oficinas e palestras com as temáticas socioambientais e culturais junto à comunidade escolar de São Francisco do Sul, Garuva, Joinville, Araquari, Balneário Barra do Sul e Itapoá. As ações fazem parte da construção de uma Agenda Integrada de Ecocidadania que o Projeto Babitonga Ativa está facilitando. A

Arquivo de notícias
Categorias de notícias
Siga
  • Facebook Basic Square